Dia mundial das missões por HORÁCIO PEREIRA

Dia mundial das missões por HORÁCIO PEREIRA





Missão actualizada
A vida é um todo e temos que a viver como um todo para não corrermos o risco de nos esfrangalharmos e não vivermos coisa alguma.
Aproxima-se o dia mundial das Missões que, pelo facto de sermos cristãos, temos razões fortes, claras e evidentes para nos sentirmos chamados e enviados e só quem se sente chamado e acolhido sabe o que é ser enviado e tem gosto em partir, está sempre de partida, está sempre em saída…
Missão enraizada
Dentro deste todo que estamos a celebrar, temos como envolvência a misericórdia e como objectivo ser misericordiosos como o Pai é misericordioso; Lembremos que precisamente há 90 anos, em 1926, que o papa Pio XI criou este dia, O Dia Mundial das Missões, sem nos dizer que os outros deixam de ser importantes. O Cristão é-o a tempo pleno e é em todo o tempo protagonista da Missão, se porventura deixa de o ser, não está a ser cristão; o dia mundial das missões não é para retirar trabalho, amenizar a tarefa, aos outros dias ou para valorizar um dia mais que outro… é para avivarmos a nossa consciência missionária, para estudar estratégias, para inventar meios e modos, para nos envolver mais e melhor nesta que é, de facto, uma acção de cada dia, que nunca está acabada…
Ser Missionário!
O espírito com que o Papa Pio XI criou o dia Mundial das Missões e que tem sido corroborada pelos seus sucessores continua actual: “todas as ofertas que cada diocese, paróquia, comunidade religiosa, associação e movimento, de todo o mundo, pudessem recolher para socorrer as comunidades cristãs necessitadas de ajuda e revigorar o anúncio do Evangelho até aos últimos confins da terra”.
Não é uma imposição do papa ou das Obra Missionárias Pontifícias a quem está confiado este múnus, é uma descoberta do que é ser misericordioso como o Pai que quer que todos cheguem ao conhecimento da verdade e se salvem.
Este ano e a partir deste ano podemos e devemos ocupar-nos mais e com mais afinco para que um número maior de irmãos nossos possam ser ajudados, os das periferias ao nosso lado ou os das periferias nos confins da terra. Não podemos passar, nem hoje nem nunca, ao lado e seguir em frente, fingindo não ver, enquanto o nosso irmão, enquanto irmãos nossos, enquanto milhões de irmãos ficam, estão, são colocados ao lado… caídos, empurrados…
Missão em Missão
É fácil criar base de dados, programas específicos e reunir, planear estratégias…ou ocupar o tempo, cumprir calendário, mostrar actividades… mais difícil é tirar a gravata, arregaçar as mangas e sentir o cheiro de um povo que nessas periferias são o centro da miséria, o âmago da pobreza, a escola da humildade, da partilha, da generosidade, só que o que têm é tão pouco para dar que, nem se vê…
Quem subirá ao céu, quem descerá…
O missionário não tem que ser necessariamente alguém que tem um curso superior, estudou nas melhores universidades do mundo…
Missionário, é alguém que é capaz de apear-se do seu burro, o seu dia-a-dia, o seu trabalho, a sua ocupação diária, o título, o estatuto, os seus hábitos… e fica sem burro; O missionário disposto a deixar o outro subir, ajuda-o a subir, leva-o, acompanha-o, entrega-o até que tenha a certeza de que está bem; o missionário está disposto a dar o que tem à mão, fica preocupado e na volta, mais uma vez e outra, e outra… continua a dar o que ainda faz falta. O objectivo é: que o outro se possa levantar, possa ficar bem, possa seguir, por si, o seu caminho…
Missionários precisam-se
Não falta matéria-prima, gente com as características para poder ser missionário ou missionária e boa; falta a oportunidade para dar o salto; sobra, talvez, a exigência exagerada na espera da melhor oportunidade, das melhores condições; essas nunca estarão completas; basta olhar para o lado ou em frente e ver e apenas responder às situações como se elas dependessem de mim, apenas de mim, de fazer como gostaria que me fizessem a mim.
Hoje somos capazes de ir ao fim do mundo, num instante, num clic e muitas vezes não somos capazes de atravessar a rua, parar, escutar quem está ao nosso lado. Ficamos muito condoídos com situações de flash noticioso e de memória curta esquecemos a situação… O mundo, Deus, o outro conta comigo, contigo, connosco. VOZ DA MISSÃO out 2016


Mensagens populares deste blogue

SÍRIA Coligação internacional bombardeia barco e mata mulher e filhos

EGIPTO Nova explosão no Egito às portas de outra igreja

FÁTIMA Centenário das Aparições – Papa Francisco presidirá à canonização de Francisco e Jacinta Marto