Senhora da Mercês


Senhora da Mercês  

Nossa Senhora da Mercês, (1)
Ontem, hoje e no futuro.
Senhora Nossa, bem vês,
Difícil é o caminho, o chão duro…
Caminha connosco, Mãe,
Sabes, é contigo que estamos bem!

Ontem protegeste os cristãos
E libertaste os fiéis cativos. (2)
Hoje, a ti erguidas as mãos
Vimos implorar teus donativos,
As mercês que sempre precisamos,
Pelos caminhos onde andamos!

Ontem eras protetora dos escravos,
Caídos às mãos do inimigo…
Tantas eram as dores e os agravos
Que todos se volviam ao teu olhar amigo,
Buscar consolo, amor e proteção…
As tuas mercês eram a nossa salvação!

Ainda hoje há tantas escravaturas… (3)
Por isso, bondosa mãe, continua
A proteger-nos lá das alturas!
Perdidos andamos no meio da rua…
Vem, apaga as lágrimas dos nossos olhos
E no teu colo, livra-nos de todos os escolhos!

Sob o manto do teu escapulário,
Acorremos a ti, pobres mendigos,
Mostrando-te a dor do nosso calvário
Que nos espreita em tantos perigos.
Não te esqueças, das Mercês és a Senhora,
Protege-nos hoje e sempre, a toda a hora

Teófilo
Manziana, 24 de setembro de 2016

1)      A festa de Nossa Senhora das Mercês é, no calendário litúrgico, no dia 24 de setembro.
2)      A devoção a Nossa Senhora das Mercês começou na Espanha, daí também ser conhecida também por Nossa Senhora das Mercedes. A sua devoção foi popularizada pela Ordem de Nossa Senhora das Mercês, fundada por São Pedro Nolasco. Um dos objetivos desta Ordem era libertar os cristãos cativos dos mouros na África. A Senhora das Mercês era a protetora destes cristãos cativos. Era a padroeira da sua libertação. A devoção chegou a Portugal e foi levada para o Brasil, pelos frades mercedários. No Brasil, precisamente, esta devoção criou profundas raízes e está bastante espalhada pelo país.

3)      Hoje, o principal “trabalho” de Maria já não será libertar cristãos cativos dos mouros ou escravos físicos. Essa escravatura acabou. Mas hoje há muitas escravaturas de outra forma das quais precisamos de ser libertos. Por isso o “trabalho” de Maria não terminou. Podemos e devemos recorrer à sua mercê para que nos livre de tantas escravaturas que podem acorrentar a sociedade de hoje. Isto é, os homens e as mulheres dos tempos de hoje. Que Nossa Senhora das Mercês nos proteja.

Mensagens populares deste blogue

EGIPTO Nova explosão no Egito às portas de outra igreja

FÁTIMA Centenário das Aparições – Papa Francisco presidirá à canonização de Francisco e Jacinta Marto

SÍRIA Coligação internacional bombardeia barco e mata mulher e filhos