PAQUISTÃO Paquistão diz ter matado "100 terroristas" após atentado contra templo

PAQUISTÃO
Paquistão diz ter matado "100 terroristas" após atentado contra templo
As forças paquistanesas anunciaram hoje ter matado mais de "100 terroristas" depois de 88 pessoas terem sido assassinadas num atentado reivindicado pelo grupo extremista Estado Islâmico contra um templo sufista.
 Reuters   ISIS17.02.2017POR LUSA PARTILHAR

A explosão de um veículo armadilhado ocorreu após uma série de sangrentos ataques extremistas esta semana, entre os quais um forte atentado bombista suicida talibã na cidade de Lahore, no leste do Paquistão, que fez 13 mortos e dezenas de feridos.

O primeiro-ministro paquistanês, Nawaz Sharif, e o chefe do Estado-Maior das Forças Armadas, Qamar Javed Bajwa, visitaram hoje a cidade de Sehwan, na província de Sindh, onde se deu na quinta-feira o atentado ao templo sufista.
Sharif prometeu eliminar combatentes 'jihadistas' usando "todos os recursos do Estado".
O exército paquistanês disse, em seguida, que há operações em curso em todo o país.
"Mais de 100 terroristas foram mortos desde a noite passada", indicou, acrescentando que outros foram capturados.
O mais mortífero atentado no Paquistão nos últimos anos atingiu o tempo de Lal Shahbaz Qalandar, na cidade de Sehwan, quando centenas de fiéis participavam num ritual semanal.
O bombista suicida que se fez explodir entre os fiéis, sobretudo xiitas, matou inicialmente 75 pessoas, entre as quais pelo menos 20 mulheres e nove crianças.
As autoridades atualizaram hoje o balanço para 88, depois de alguns dos feridos graves terem morrido. O departamento de saúde da província de Sindh indicou que 343 pessoas ficaram feridas no ataque, das quais 76 continuam internadas em hospitais.

A emergência do grupo 'jihadista' Estado Islâmico (EI) e o ressurgimento dos talibãs são um duro golpe para o Paquistão, e os recentes atentados minaram o crescente otimismo quanto à segurança, após uma guerra em curso há uma década contra o 'jihadismo'

Mensagens populares deste blogue

EGIPTO Nova explosão no Egito às portas de outra igreja

SÍRIA Coligação internacional bombardeia barco e mata mulher e filhos

FÁTIMA Centenário das Aparições – Papa Francisco presidirá à canonização de Francisco e Jacinta Marto