INDIA | PAQUISTÃO Terceiro dia de tensão na Caxemira

INDIA | PAQUISTÃO
Terceiro dia de tensão na Caxemira

18.07.2014

Pelo terceiro dia consecutivo, até hoje os guardas de fronteira indiana e paquistanesa trocaram tiros na linha de controle que divide a Caxemira. Por horas, os dois lados usaram armas de fogo de calibres diversos, sem consequências para os militares, mas certamente, aumentando a tensão numa área de contenção até desde a independência e o nascimento das duas nações desde 1947.

Na quarta-feira, o confronto armado tinha matado uma guarda de fronteira indiana, enquanto outros três foram feridos juntamente com quatro civis. Com o contínuo bombardeio em RS Pura, são já cinco violações do cessar-fogo em julho que as autoridades indianas se comprometeram a responder decisivamente.


Um cessar-fogo acordado em 2003, ambos na fronteira internacional, não é oficialmente reconhecido mas mais definido, tanto na linha de controle, ainda mais instável, foi violada em um número de casos: 200 só no ano passado, mais de uma década em guerra. Apesar das tensões às vezes até mesmo graves, o risco de conflito aberto, como os dois que já lutamos no que é o oposto do conflito para as altitudes mais elevadas no mundo através de Pamir e Himalaia, devemos recomendar às partes uma grande prudência.

Mensagens populares