POLONIA JMJ2016: 5. Dias de «fraternidade» entre os jovens e de silêncio em Auschwitz

POLONIA
JMJ2016:
5. Dias de «fraternidade» entre os jovens e de silêncio em Auschwitz
 03 de Agosto de 2016, às 11:48
Francisco recorda a viagem para presidir à 31ª Jornada Mundial da Juventude
Cidade do Vaticano, 03 ago 2016
O Papa Francisco afirmou hoje (dia 3) no Vaticano que os participantes na Jornada Mundial da Juventude deram ao mundo um sinal de fraternidade e lembrou as crueldades de hoje durante a visita a Auschwitz-Birkenau.
Na audiência geral desta quarta-feira, retomada após a interrupção no mês de julho, Francisco recordou os principais momentos da recente viagem Polónia para presidir à JMJ, agradeceu às autoridades do país, à igreja polaca, aos voluntários e aos meios de comunicação social que fizeram com que a  Jornada se visse em todo o mundo.
Francisco recordou a  “festa de cores, rostos diferentes, línguas, histórias diversas”, mostrou-se surpreendido com o entendimento entre todos os jovens, apesar de falarem “línguas diferentes” e adiantou que a sintonia entre a juventude deve-se à “vontade de andar em conjunto, de fazer pontes, de fraternidade”, formando um “mosaico de fraternidade”.
Na audiência geral desta quarta-feira, Francisco lembrou também ao “grande silêncio” que marcou a sua visita aos campos de concentração de Auschwitz-Birkenau, referindo que “foi mais eloquente do que qualquer palavra”.
“Naquele lugar, compreendi melhor o valor da memória, não só como recordação de acontecimentos passados, mas como advertência e responsabilidade para o presente e futuro, para que a semente do ódio e da violência não crie raízes nos sulcos da história”, sustentou.
Durante a visita a Auschwitz-Birkenau, o Papa disse que pensou no mundo de hoje chamado a responder ao desafio de uma “guerra aos pedaços”, nas crueldades da actualidade que humilham não de forma concentrada, como naquele lugar, mas em todo o mundo “e rezou para  que o Senhor dê a paz”.

(303)

Mensagens populares deste blogue

EGIPTO Nova explosão no Egito às portas de outra igreja

SÍRIA Coligação internacional bombardeia barco e mata mulher e filhos

FÁTIMA Centenário das Aparições – Papa Francisco presidirá à canonização de Francisco e Jacinta Marto