SMBN Convívio das organizadoras de autocarros a Fátima por AUGUSTO FARIAS

SMBN  Convívio das organizadoras de autocarros a Fátima por AUGUSTO FARIAS

Também este ano realizámos o convívio com as organizadoras dos autocarros da peregrinação a Fátima. Participaram quase todas. Grande parte acompanhadas de seus maridos. Desta vez foi no Santuário da Senhora da Lapa, em Sernancelhe. Mais que um encontro de avaliação, e de programação da peregrinação para o próximo ano, onde surgiram já ideias interessantes, foi sobretudo um momento importante para cimentar a comunhão e criar mais laços de relação uns com os outros e de amor à Sociedade Missionária da Boa Nova. O convívio começou às portas do Seminário da Boa Nova em Valadares onde entraram as organizadoras da área de Gaia. Outra parte entrou em Santa Maria da Feira. Quando chegaram a Cucujães, onde entrou o “grosso das tropas”, já havia festa. Esta continuou pelo caminho em que houve tempo para oração, informações e paragem “técnica”.
No santuário já nos esperava o Ir. Joaquim que acompanhava D. António Couto em visita Pastoral naquela zona da diocese de Lamego e alguns responsáveis do Santuário. Foi preparada a Igreja para a celebração da Eucaristia animada pelo grupo e muito participada. Já antes da eucaristia a maior parte do grupo tinha cumprido o ritual de passar pela pedra estreita para verificar se estava na graça de Deus. Felizmente não foi preciso chamar o Sr. P. Amorim, capelão do Santuário, para vir resolver algum problema porque todos passaram. O almoço foi muito bem servido no colégio dos jesuítas, grande estrutura para acolhimento a peregrinos. Foi tempo de descontracção e de muita alegria. Já durante o almoço juntaram-se a nós o P. Horácio e algumas pessoas de Vila Real que também vão connosco a Fátima todos os anos. Apesar de irmos sem pressa o tempo foi pouco. Mas deu ainda para fazermos a avaliação da peregrinação deste ano, prestação de contas e perspectivas para o próximo ano. Houve muita participação e interesse nesta partilha. Mais uma vez nos demos conta de que verdadeiramente é a nossa peregrinação missionária, apesar de todos os contratempos que
vão surgindo. Ainda houve tempo para compras dos mimos da região para levar para casa como recordação da viagem à Senhora da Lapa.

O regresso foi animado. Houve cantoria e ditos de humor que ajudaram a passar a tarde com muita alegria. Todos sentiram que valeu a pena este encontro para ajudar a reforçar a nossa identidade e sentido de pertença à família Boa Nova. in VM out 2016

Mensagens populares deste blogue

FÁTIMA Centenário das Aparições – Papa Francisco presidirá à canonização de Francisco e Jacinta Marto

EGIPTO Nova explosão no Egito às portas de outra igreja

SÍRIA Coligação internacional bombardeia barco e mata mulher e filhos