ÁFRICA DO SUL
"Justiça e Paz", adverte: Eles perderam mais de 70.000 empregos no setor de mineração em dois anos
D. Abel Gabuza, bispo de Kimberley

"Estamos profundamente preocupados com o nível de desemprego no nosso país , " disse um comunicado assinado pelo bispo Abel Gabuza, Bispo de Kimberly e presidente da Comissão Episcopal para a Justiça e Paz da SACBC (Southern Bispos Católicos da África Austral Conferência).
"Em todos os setores da nossa economia estão a desaparecer postos de trabalho e estão crescendo fileiras dos desempregados e acelerado de forma alarmante. No setor de mineração sozinho, mais de 70.000 mineiros perderam seus empregos nos últimos dois anos. Nós sentir a dor dos milhares de desempregados sul-africanos e aqueles que são vítimas de reestruturação societária ", reclama Justiça e Paz. Gabuza Bishop propõe uma "ação estratégica decisiva para inverter a crise do trabalho escalada. Nós participar da chamada para uma reunião de cúpula para discutir o trabalho reduzindo empregos crise e as medidas para produzir los neste contexto económico difícil ".
Monsenhor Gabuza também pede para "uma moratória sobre a reestruturação das empresas em todos os setores , " esperando para a cimeira sobre o emprego no envolvimento do governo, empregadores, sindicatos e representantes sociais. Mas a reunião deve ser apenas um primeiro passo para a adoção de reformas macroeconômicas que levaram à criação de novos empregos. "Nosso país precisa de um quadro macroeconómico que é capaz de absorver a força de trabalho crescente e ser equilibrado em seus modelos de distribuição." " Nós esperamos que os esforços para mitigar os efeitos da crise sobre o desemprego, especialmente para as famílias mais vulneráveis são reforçados através do acesso amplo e sustentado à proteção social. Nós condenamos, portanto, atrasos na concepção da lei sobre a alteração do seguro-desemprego foi adiada no parlamento , "conclui o comunicado. "Fides"
(LM) (Agência Fides 2017/08/23)

Mensagens populares