FÁTIMA Imagem da Virgem Peregrina desloca-se à Coreia do Sul para uma visita de dois meses

FÁTIMA
Imagem da Virgem Peregrina desloca-se à Coreia do Sul para uma visita de dois meses
 26 de Julho de 2017, às 16:49
Iniciativa do Apostolado Mundial de Fátima na península

A imagem da Virgem Peregrina de Fátima vai deslocar-se no mês de agosto à Coreia do Sul para uma visita “sem precedentes” durante dois meses, em que percorrerá 12 dioceses do país, anunciou hoje o Santuário português.
“A iniciativa, que resulta de uma organização conjunta do Apostolado Mundial de Fátima neste país da península coreana e da igreja católica local, decorrerá entre 22 de agosto e 13 de outubro”, adianta um comunicado da sala de imprensa do Santuário de Fátima.
Em homenagem ao Centenário das Aparições de Nossa Senhora de Fátima, o Apostolado Mundial de Fátima na Coreia planeou a visita da Imagem Peregrina da Virgem de Fátima pelo país, “na esperança de outro milagre para o país”.
“A península coreana precisa da intercessão e do cuidado maternal da Santíssima Virgem Mãe de Deus. O país foi dedicado a Nossa Senhora em 1841, quando a Santíssima Virgem Maria da Imaculada Conceição se tornou padroeira” desta zona do globo, afirmam os responsáveis pela organização da peregrinação, numa carta dirigida ao Santuário de Fátima a justificar o pedido.
Os sul coreanos evocam a “força da intercessão da Virgem” no processo de independência sublinhando que “não se trata de uma simples coincidência o facto do dia 15 de agosto, a Festa da Assunção, ter sido o dia em que a República da Coreia foi libertada da colonização japonesa”.
“Acreditamos que Nossa Senhora de Fátima dará a verdadeira paz à península coreana e levará o amor de Deus aos corações das pessoas pela sua presença neste momento difícil para o país”, acrescenta o Apostolado Mundial de Fátima na Coreia do Sul.
A Imagem da Virgem Peregrina de Fátima já esteve na Coreia do Sul em 1978, aquando da peregrinação à volta do Mundo.
A primeira grande celebração com a presença da Imagem serão uma Missa e uma novena no Santuário da Paz de Fátima, localizado perto da fronteira entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul.
“Antes do evento final a 13 de outubro, haverá vários eventos ao longo de treze dias para comemorar o facto de que as Aparições de Nossa Senhora de Fátima aconteceram no 13.º dia de cada mês de maio a outubro de 1917”, informa a organização.
O Santuário de Fátima sublinha que, neste ano do centenário das Aparições, são “várias” as deslocações feitas pela Imagem da Virgem Peregrina, “concretamente para zonas em dificuldade”.
A este respeito, a instituição recorda que há uma imagem da Virgem Peregrina de Fátima na Venezuela, desde o mês de abril, que ali vai permanecer até novembro.
“O alcance e o interesse que está a gerar a presença desta imagem, da qual muitos se acercam, é um sinal de esperança para todos os que vivemos neste país”, refere o padre Luis Martínez, coordenador nacional da visita, numa carta enviada ao Santuário de Fátima. OC|Ecclesia  in "Voz da Missão" Set. 2017

Mensagens populares deste blogue

EGIPTO Nova explosão no Egito às portas de outra igreja

FÁTIMA Centenário das Aparições – Papa Francisco presidirá à canonização de Francisco e Jacinta Marto

SÍRIA Coligação internacional bombardeia barco e mata mulher e filhos