PORTUGAL BRAGA: Diocese vai viver um «ano missionário»

PORTUGAL
BRAGA: Diocese vai viver um «ano missionário»
 
«Fé Anunciada» no centro do programa para novo ano pastoral

Braga, 27 jul 2015 (Ecclesia) – A Arquidiocese de Braga publicou a programação para 2015-2016, onde informa que o próximo ano pastoral será missionário e vai centrar-se na “capacidade criativa e alegre” de anunciar a presença de Jesus ressuscitado nos vários setores diocesanos.

“A fé anunciada não pode ser outra senão aquela que brota de Jesus Cristo e do seu modo de viver, ou seja, uma fé que evangeliza”, explica a diocese que propõe para o novo ano seis objetivos.
“Anunciar a alegria do Evangelho; Viver como discípulos missionários e dar vida aos movimentos; Propor a todos uma Iniciação Cristã exigente e atrativo”, são três objetivos.
A Arquidiocese de Braga propõe ainda que se “estude” o Decreto Ad Gentes, sobre a atividade missionária da Igreja (Concílio Vaticano II), que em cada comunidade paroquial seja “implementada a dinâmica missionária” e todos celebrem o Jubileu Extraordinário da Misericórdia (de 8 de dezembro de 2015 a 20 de novembro de 2016).
A cada Comissão Arquidiocesana, departamento, conselho Pastoral paroquial, grupo/movimento é solicitado que elaborem as suas “linhas de ação” para que os objetivos “se tornem realidade na vida da Igreja que está em Braga”.
No guião para o novo Ano Pastoral são também sugeridas três “missões” para anunciar a fé: “Propor o Evangelho a cada cristão como caminho para uma vida de discipulado mais alegre que leve a partilhar a fé com os outros; Levar o Evangelho aos outros e convidá-los a conhecer Jesus Cristo e a sua mensagem de salvação; Anunciar o Evangelho é o primeiro e o melhor serviço para a transformação do mundo e da sociedade.
"Assim como Eu fiz, fazei vós também" (Jo 13, 15) é a frase bíblica para o Ano Pastoral, a quarta etapa de um itinerário que começou em 2012 e termina em 2017.
No seu sítio online a diocese assinala que é um novo ano pastoral mas o “fio condutor” permanece o mesmo: “Redescobrir a nossa identidade cristã.”
“No final deste Plano (2017) somos convidados a contemplar a fé através do exemplo de Maria, na feliz coincidência do centésimo aniversário das aparições em Fátima”, revela a Arquidiocese de Braga. CB/PR

Mensagens populares