COREIA DO NORTE Coreanos enfrentam acusações por contato com cristãos

COREIA DO NORTE
Coreanos enfrentam acusações por contato com cristãos
Legenda: os membros da Associação Cristã da Coreia do Norte cantam
durante uma cerimônia religiosa em Seul

 As autoridades da Coreia do Norte prenderam um homem acusado de espionagem por terem contato com os cristãos enquanto visitavam parentes na China. Kim Seung-mo, residente de 61 anos da cidade de Hyesan, na província de Yanggang, foi preso em 3 de junho depois de retornar de familiares visitantes na China, disseram.
"Eu testemunhei que ele foi arrastado por oficiais de segurança do estado em frente à estação ferroviária de Wiyon", disse uma fonte à Radio Free Asia.
Kim foi encadernado e amarrado com corda quando foi arrastado para fora de uma cidade atrás da cervejaria Wiyon, disse a fonte que falou sob condição de anonimato.
Havia sinais óbvios de assalto violento porque o homem tinha lábios partidos e olhos negros, e ele parecia ter sofrido uma lesão em uma das pernas, disse a fonte.
Uma segunda fonte que vive na província de Yanggang disse que os parentes do homem estão residindo em Antu, prefeitura autônoma coreana de Yanbian, na província de Jilin, no nordeste do país
"Depois que ele voltou da China, ele disse abertamente a seus vizinhos que seus parentes participaram de uma igreja cristã, e o pastor da igreja coletou muitas roupas usadas de paroquianos para ele", disse a fonte que pediu anonimato.
"Parece que alguém informou agentes de segurança do estado sobre ele", acrescentou.
O Ministério da Segurança do Estado, que reporta diretamente ao líder Kim Jong Un, é a força policial secreta do regime. É conhecida pela brutalidade e pelos abusos dos direitos humanos, dizem os especialistas.
"Todos os viajantes norte coreanos que retornam da China são obrigados a informar seu paradeiro e detalhes sobre suas atividades", disse a fonte.
"No caso de Kim, ele foi preso por acusação de espionagem porque não informou que seus parentes são fiéis e que o pastor da igreja o ajudou", disse ele.
A Coreia do Norte vê o cristianismo como uma religião ocidental desprezível.

(396) in VOZ DA MISSÃO julho/agosto 2017

Mensagens populares deste blogue

EGIPTO Nova explosão no Egito às portas de outra igreja

FÁTIMA Centenário das Aparições – Papa Francisco presidirá à canonização de Francisco e Jacinta Marto

SÍRIA Coligação internacional bombardeia barco e mata mulher e filhos