CUCUJÃES FESTA MISSIONÁRIA EM CUCUJÃES por P. LUIS VIEIRA

CUCUJÃES
FESTA MISSIONÁRIA  EM CUCUJÃES por P. LUIS VIEIRA

Domingo, dia 4 de Junho, tivemos a nossa festa missionária em Cucujães. Foi o Domingo de Pentecostes e a liturgia convidou-nos a viver esta grande festa missionária na força e na luz que o Espírito de Deus sempre - suscita em nós. O Superior Geral – Dr. Adelino Ascenso - na homilia da Eucaristia convidou toda a assembleia a um novo ardor e ânsia apostólica, para sermos testemunhas da luz e da alegria da fé no ambiente das tarefas humanas em que vivemos. O nosso Papa Francisco diz-nos que festejar, caminhar juntos leva-nos a sair de nós próprios e a abrirmo-nos aos outros, escutando-os e partilhando a própria existência com o mesmo espírito missionário e sinodal que se espera da Igreja de hoje. Bela consonância com a nossa festa!

Neste espírito celebrativo lembrámos os nossos padres que este ano festejam os seus 50 anos de ordenação sacerdotal: P. Adelino Simões, P. José Alexandre e P. Anselmo Borges. O P. José Alexandre, presente na concelebração, deu-nos um grande testemunho de vida missionária que todos aplaudiram. Também esteve presente o P. Pinho que este ano faz os 25 anos de ordenação juntamente com o padre Anastácio Jorge, ainda em Moçambique, e que, brevemente, estará entre nós para a festa. O P. Pinho também alegrou a assembleia com lindos flaches da sua vida.
            Foi neste ambiente de fé e de alegria que vivemos todo este dia. De manhã, lá estava a feirinha bem animada nos claustros do seminário e às 10.30 a procissão que nos levou até à gruta da quinta para a celebração da Eucaristia. No final, abriram-se as toalhas mesas da quinta e do seminário e sobrava o cheirinho de tanta coisa boa que se partilhava em família sempre com um sorriso de quem respira a felicidade dum encontro. De tarde, tivemos a animação no palco da festa a abrir com o Rancho do Bunheiro (Murtosa), que nos brindou com uma excelente atuação. Não faltaram também os nossos seminaristas de Valadares e o P Luís Vieira a ajudarem à festa. Finalmente, o desejado sorteio e tantos olhos atentos aos números na expetativa de qualquer prémio.

Como diz o povo: Foi boa a festa! O cartaz que o Pedro Neves preparou e que encimava o palco resumia o grande dia: “ COM MARIA MISSIONÁRIOS DA ALEGRIA”. Alegria sentida, repartida a quem a Boa Nova de Jesus faz graça no ardor do caminho. Belo lema este da nossa diocese no centenário das aparições de Fátima e da canonização dos nossos queridos Jacinta e Francisco.

            Obrigado Cucujães, ao  bom grupo coral e a todos os que trabalharam na animação e preparação da festa. Obrigado a todos os presentes: Leigos Boa Nova, Missionárias da Boa nova, S. Martinho, S. Tiago, Oliveira de Azeméis, S. Roque, Nogueira, Vale de Cambra, S. João da Madeira, Fiães, Murtosa, Ronfe (Guimarães), Vila Boa do Bispo (Marco de canaveses) e tantos outros lugares e pessoas que se associaram à festa. A todos o nosso muito obrigado. in VM julho/agosto 2017

Mensagens populares deste blogue

EGIPTO Nova explosão no Egito às portas de outra igreja

FÁTIMA Centenário das Aparições – Papa Francisco presidirá à canonização de Francisco e Jacinta Marto

SÍRIA Coligação internacional bombardeia barco e mata mulher e filhos