ESTADO ISLÂMICO Estado Islâmico perdeu 22 mil jihadistas em um ano e meio


ESTADO ISLÂMICO
Estado Islâmico perdeu 22 mil jihadistas em um ano e meio
Ministro francês diz que 22 mil morreram após operações de coalizão.
Grupo ainda conta com 35 mil combatentes, sendo 12 mil estrangeiros
Da France Presse  21/01/2016 - Atualizado em 21/01/2016 19h07

Cerca de 22 mil jihadistas morreram em operações militares da coalizão liderada pelos Estados Unidos contra o grupo Estado Islâmico (EI) no Iraque e na Síria no último ano e meio, informou nesta quinta-feira (21) o ministro francês da Defesa.
"Há uma cifra que a coalizão dá (...) são 22 mil mortos desde o início das operações" no Iraque e na Síria no inverno boreal de 2014 disse Jean-Yves Drian à emissora de TV France 24, admitindo que a cifra é, sem dúvida, "um pouco aproximada".
Segundo Le Drian, o EI ainda conta com 35 mil combatentes, ao menos 12 mil deles de nacionalidades estrangeiras (nem sírios, nem iraquianos).

"Não há nenhuma ofensiva do Daesh [acrônimo em árabe para o EI] há algum tempo (...). O Daesh enfrenta uma situação de extrema fragilidade, mas deve-se manter a prudência", acrescentou. AFP

Mensagens populares deste blogue

EGIPTO Nova explosão no Egito às portas de outra igreja

SÍRIA Coligação internacional bombardeia barco e mata mulher e filhos

FÁTIMA Centenário das Aparições – Papa Francisco presidirá à canonização de Francisco e Jacinta Marto