PASCOA Procurei-Te... IR. LUÍS

PASCOA
Procurei-Te...   IR. LUÍS

           
Tanto eu te procurei
Por estradas neste chãoi
Por carreiros que nem se
Mas pareceu tudo em vão.

Desejo-te abraçar
E poder estar contigo
Para te “fotografar”
E ouvires o que te digo,

Manifestar-te o que penso
E contigo partilhar
Sentir contigo o imenso
Na vida no “celebrar”

Onde habitas, onde moras?
Não te ouço não te sinto.
Distância de quantas horas?!
Não conheço nem pressinto...

Procurei-te nas estrelas,
E também na escuridão,
Em todas as coisas belas,
Onde estás tu meu irmão

Com teu olhar de criança
E o teu porte de paz
Que inspira confiança
Que constrói e não desfaz

Procurei-te em todo o lado
Onde é que estás P. Rocha?
Fala!... ter-te-ão matado?
É noite, pego na tocha

Sinto o frio o gelado,
Noite sem estrelas, fria
Precede o crucificado?
Tudo isto me arrepia

E estremece o coração;
Procurei olhar o céu
E vi um grande clarão
Que rasgou assim o “véu”.

A morte já era “flor”
Nova Vida a renascer,
Mistério de cruz e dor,
Fonte de perdão e Amor.


*Nampula, Páscoa de1989

Mensagens populares deste blogue

FÁTIMA Centenário das Aparições – Papa Francisco presidirá à canonização de Francisco e Jacinta Marto

EGIPTO Nova explosão no Egito às portas de outra igreja

SÍRIA Coligação internacional bombardeia barco e mata mulher e filhos