CitizinGO Olá, ARMANDO! 2016 foi um ano de muitas batalhas, não só em Portugal, mas em todo o mundo.

CitizinGO
Olá, ARMANDO!
 2016 foi um ano de muitas batalhas, não só em Portugal, mas em todo o mundo.

Adicionar legenda

 Os inimigos da vida, da família e da liberdade continuam a lutar para impor suas propostas desumanas, sempre por meio de eufemismos e argumentos falaciosos.
                 A CitizenGO se esforçou para ajudar a denunciar e a impedir o avanço da Cultura da Morte. Sem você isso não teria sido possível, pois a nossa plataforma é feita por cada citizengoer que participa das nossas campanhas e ajuda a divulgá-las!
                 O fim do ano se aproxima, e quero fazer um breve resumo das nossas principais actividades ao longo de 2016.
                 Começo com uma grande notícia: a CitizenGO agora reúne mais de 5.000.000 de pessoas em todo o mundo! Em pouco mais de três anos conseguimos alcançar juntos essa cifra impressionante. Muito obrigado!
                 Um dos nossos principais eixos de actuação neste ano foi a luta em defesa dos cristãos perseguidos.
                 Realizamos na sede da ONU, em Nova York, a  segunda edição do congresso Somos Todos Nazarenos

                 Além da entrega de centenas de milhares de assinaturas, participaram do evento arcebispos, bispos, sacerdotes, religiosos, pastores e leigos que são testemunhas directas ou indirectas da perseguição atroz que os cristãos e outras minorias têm sofrido no Oriente Médio.

                 Alguns membros da nossa equipe participaram da 3a expedição ao Iraque, que teve como objectivo estabelecer um contacto mais próximo com algumas comunidades de cristãos perseguidos e levar ajuda humanitária (que só foi possível graças às doações que foram feitas ao longo do ano). 

                 Produzimos o documentário Insha Allah: O Sangue dos Mártires, que logo estará disponível no nosso canal no Youtube com legendas em português.
                 Também perseveramos na luta em defesa da vida e da família, com destaque para importante vitória que tivemos contra a tentativa de criação de um dia internacional do aborto "seguro". 

                 No campo da liberdade religiosa, conseguimos impedir a censura e a prisão do Cardeal Antonio Cañizares, que se manifestou duramente contra a ideologia de género e a actuação do lobbygay. CitizinGO

    

Mensagens populares deste blogue

SÍRIA Coligação internacional bombardeia barco e mata mulher e filhos

EGIPTO Nova explosão no Egito às portas de outra igreja

FÁTIMA Centenário das Aparições – Papa Francisco presidirá à canonização de Francisco e Jacinta Marto