MISSÃO Missão Criança por ISABEL SOUSA

MISSÃO
Missão Criança   por ISABEL SOUSA 

Quando falamos em missão e missionários logo nos vem à memória imagens de jovens, adultos,
grandes homens e mulheres que tanto nos orgulham como cidadãos e cristãos.
A missão não tem idade e faz-se desde muito cedo, é necessário apenas e só a disponibilidade interior,
a escuta atenta de Jesus que convoca e provoca. Assim aconteceu no Lar Santa Teresinha, no passado dia 8 de Dezembro, um dia aparentemente normal na vida das pessoas mas a visita do pequeno Dinis, com apenas 10 anos, tornou este dia impar e extraordinário na vida da nossa comunidade – Lar Santa
Teresinha, Cucujães.
Um dia na “casa dos avós”, os utentes do Lar, até então todos desconhecidos mas a partir daquela data se estabeleceram boas amizades. O pequeno Dinis acompanhou a rotina de um dia no lar, desde o pequeno -almoço, à participação na Eucaristia, onde proclamou a leitura em alto e bom som, o empurrar cadeiras e conduzir pela mão os “avós” com maiores dificuldades até ao refeitório, as palavras de estímulo e coragem, as perguntas que dos dois lados vinham, os abraços, os sorrisos, os afetos, fizeram deste dia um dia único tanto para o Dinis como para os utentes do Lar.
Os Lares são comunidades abertas, os seus residentes têm mobilidade reduzida, grandes dificuldades em deslocações e por isso anseiam a visita de um AMIGO, sobretudo um AMIGO disponível para escutar suas imensas histórias de vida.
“És eternamente responsável pelo que cativas”, dizia Saint Exupery e por isso penso que a comunhão
prolongar-se-á pelo tempo fora e tanto o Dinis como os utentes desta comunidade ficam responsáveis
por manter a amizade sobretudo pela oração.
A missão faz-se de pequenos nadas, no anonimato, longe dos holofotes e da ribalta, mas no encontro
pessoal, na transmissão da boa notícia, num tempo e local determinado.  A infância missionária passa
por estas experiências de vida, pela doação de si mesmo, por tornar o outro feliz. Quão agraciado Deus deve ficar com um gesto de ternura de uma criança a um “avô”!!!
Com este belo exemplo peço o favor aos educadores das mais diversas instâncias para que
proporcionem aos seus educandos a possibilidade de passar um dia no Lar, da nossa parte Lar de Santa Teresinha estamos de portas abertas à vossa espera e juntos faremos comunhão e partilharemos o pão.   in VM-jan 2017                                                                                                   

Mensagens populares deste blogue

SÍRIA Coligação internacional bombardeia barco e mata mulher e filhos

EGIPTO Nova explosão no Egito às portas de outra igreja

FÁTIMA Centenário das Aparições – Papa Francisco presidirá à canonização de Francisco e Jacinta Marto