CRIANÇAS Igrejas cristãs lembram 100 mil crianças que chegaram sozinhas à Europa

CRIANÇAS
Igrejas cristãs lembram 100 mil crianças que chegaram sozinhas à Europa 

A Comissão dos Episcopados Católicos da União Europeia
(COMECE), lembrou à Comissão Europeia que só no
último ano, cerca de 100 mil crianças refugiadas chegaram
à Europa sozinhas e separadas da família.

Durante o encontro em Bruxelas, as conferências episcopais e a Comissão Europeia, concordaram na necessidade de contrariar o clima de “pânico” que tem rodeado a intitulada “crise de refugiados”. Foram identificados “dois tipos de medo”, um relacionado com o “receio da rejeição, da violência e exclusão que muitos migrantes e refugiados enfrentam na chegada à Europa”. O outro que afeta as populações europeias, que encaram quem vem como uma “ameaça ao seu modo de vida e aos seus valores”.

Segundo os Bispos europeus, é necessário desmistificar estes medos, até porque os migrantes e refugiados “representam apenas 4 e 9 por cento da população total da União Europeia”, respetivamente. Como soluções, destacaram “a promoção da educação, do diálogo e a sensibilização dos media”, que muitas vezes têm “amplificado” esse clima de pânico e medo. “Esperamos que tanto os migrantes como a população europeia possam vir a reconhecer os problemas que os unem e passar do medo à compaixão e solidariedade”, apelaram.

Mensagens populares deste blogue

EGIPTO Nova explosão no Egito às portas de outra igreja

FÁTIMA Centenário das Aparições – Papa Francisco presidirá à canonização de Francisco e Jacinta Marto

SÍRIA Coligação internacional bombardeia barco e mata mulher e filhos