VATICANO Papa Francisco pediu jovem Amália em casamento e quer abdicar

VATICANO

Papa Francisco pediu jovem  Amália em casamento e quer abdicar
JORGE MÁRIO BERGOGLIO 80 ANOS
23h00 // 24 dezembro 2016 // 439 visualizações

O Papa Francisco admitiu, num documentário lançado dia 11, em Itália, que pode deixar o Vaticano em 2017. “É como uma sensação vaga e até pode não ser assim, mas tenho a sensação de que o Senhor me pôs aqui por pouco tempo”, refere o Sumo Pontífice no filme. Nasceu em dezembro de 1936, na
cidade de Buenos Aires, na Argentina. Mais do que divino, o Papa é humano
como nós. Devoto de São
Francisco de Assis, move-se a bondade. Um anjo –que na juventude teve namorada e chegou a pedi-la em casamento – desceu à Terra.
 No dia 3 de outubro de 2016, o vice-reitor do Santuário de Fátima, padre Vítor Coutinho, congratulou-se com a confirmação da visita do Papa a Fátima, em maio de 2017. "Alegra-nos saber que o Santo Padre tem no coração este santuário e que tenciona vir como peregrino", referiu o sacerdote, em depoimento enviado à Agência ECCLESIA.
Numa entrevista à cadeia de televisão italiana TV2000, durante o mês de novembro, o Papa Francisco revelou que o seu segredo para, no derradeiro 17 deste mês ter chegado às oito décadas de vida com energia é "rezar e dormir bem". "Rezo e isso ajuda-me muito. A oração é uma ajuda para mim, é estar
com o Senhor. E, depois, também durmo bem. Isso é uma graça do Senhor,  durmo como uma pedra", confidenciou o Sumo Pontífice.
Para além disso, acrescentou ao jornalista que ter bom "sentido de humor" é essencial. "É uma graça que peço todos os dias. Ele alivia-te, faz-te ver o lado provisório da vida e lidar com as coisas com um espírito de alma redimida, é uma atividade humana, mas é a mais próxima de Deus", comentou. Francisco, nesta entrevista, dá-nos uma lição de vida. O segredo é relativizar, até a morte,
se queremos chegar à idade dele. Francisco é o 266.º Papa da história da Igreja Católica. E mesmo que não sigamos os ensinamentos do Vaticano ou a instituição do catolicismo, é difícil não ver este homem de Deus como um líder da Humanidade no seu todo, já que o que ele prega é, no fundo, a religião da bondade. Antes de sentir o chamamento de Deus, Jorge Mario Bergoglio namorou. Sim, leu bem,
namorou. Uma jovem, de nome Amália, foi pedida em casamento pelo pequeno Jorge Mario quando ele tinha 12 anos. "Se não me casar contigo, viro padre", disse-lhe na altura. Amália casou com outro e ele cumpriu a promessa. Jorge também estudou Farmácia, deu aulas, foi reitor da Faculdade de San
Miguel por seis anos e recebeu o título de Doutor. Em 1992 foi nomeado bispo, em 1997 foi elevado a arcebispo e passou a chefiar a arquidiocese de Buenos Aires. Viu a sua dedicação reconhecida pelo Papa João Paulo II, que o nomeou cardeal em 2001. No dia 13 de março de 2013 foi eleito para suceder ao Papa Bento XVI, que renunciou a 28 de fevereiro.
A 13 de março do próximo ano, faz quatro anos que o temos nas nossas vidas.
Dois meses depois, o Papa estará em Portugal. O Papa Francisco assume a Igreja Católica numa altura em que o Vaticano enchia as páginas dos jornais com escândalos de pedofilia e de administração. O seu maior desafio pareceser reverter a queda no número de fiéis ao catolicismo. O novo Papa é natural
do continente com maior número de católicos no Mundo, e que, no entanto, também regista uma diminuição de fiéis.IMPALA

Mensagens populares deste blogue

EGIPTO Nova explosão no Egito às portas de outra igreja

FÁTIMA Centenário das Aparições – Papa Francisco presidirá à canonização de Francisco e Jacinta Marto

SÍRIA Coligação internacional bombardeia barco e mata mulher e filhos