TEMPO DE POESIA MISTÉRIO DO CONSAGRADO por IR LUÍS – NAMPULA

TEMPO DE POESIA 
IR LUÍS – NAMPULA

MISTÉRIO DO CONSAGRADO

É mistério que se esconde
Sim, no segredo da vida.
Em oferta de Amor onde,
Por vezes sem muita lida,

Com fé e simplicidade
Se dá a vida a Cristo
Oferta em humildade,
Para só Ele ser visto,

Pois já é Ressuscitado,
Não lhe dando o meu ser
Cristo fica "limitado"
E o "irmão" não pode  "ver"

O Cristo “Continuado”
No tempo e na História
Do Deus Jesus Encarnado
Em Mistério de “Memória”.

Eterno  Dono da Vida
Que a dá em abundância
Sem limite nem medida
Em Menino sem distância

Em manjedoura deitado
E no final feito Pão
Na cruz  Ele é trespassado
E abert’o  Coração.

Quem O quer continuar
Sem ter medo de morrer
E assim se entregar
Para só n’Ele viver?...

Nesta nova realidade,
Surge “Vida” que nem sei
Amor em gratuidade
Muito acima da lei.

Sempre pronto a acolher
A todos, os oprimidos,
Ou jovens a crescer
Por vezes já tão feridos.

Com mãos que acariciam
É Teu gesto de Amor
Aos corações que gemiam
Desesperados p’la dor.

Se "depende" do meu "sim"
Dou -To de muito bom grado
Toma então conta de mim
Meu Jesus Ressuscitado

Dou –T’o meu ser pequenino,
Tudo, meu amor humano.
Dá-me Teu Amor Divino
Maior do que o Oceano

Onde todos têm lugar.
Pois Tu és a Dimensão
Infinita de Amar
Até à  "Transformação".


Mensagens populares deste blogue

EGIPTO Nova explosão no Egito às portas de outra igreja

SÍRIA Coligação internacional bombardeia barco e mata mulher e filhos

FÁTIMA Centenário das Aparições – Papa Francisco presidirá à canonização de Francisco e Jacinta Marto