PORTUGAL Daniel Serrão, “o amigo” da bioética e da vida

PORTUGAL
Daniel Serrão, “o amigo” da bioética e da vida
O médico português Daniel Serrão, professor catedrático e investigador, faleceu aos 88 anos. Daniel Serrão era membro honorário da Academia Pontifícia para a Vida (Santa Sé), onde chegou a convite do Papa João Paulo II, em 1994.
O médico destacou-se pelas posições em defesa da vida, no debate público sobre temas como o aborto, a procriação medicamente assistida ou a eutanásia. Em 2014 foi uma das 84 personalidades da sociedade portuguesa a subscrever um manifesto que exigia um referendo à lei da coadoção por pessoas do mesmo sexo.
Daniel Serrão foi agraciado, em novembro de 2008, com a Grã-Cruz da Ordem Militar de Santiago da Espada pelo então presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, reconhecendo o seu contributo para o desenvolvimento da bioética no país.

O Instituto de Bioética da UCP recorda, em comunicado, o “amigo” da instituição, prestando homenagem ao “seu testemunho e seu legado intelectual e humano”. in BOA NOVA março 2017, 

Mensagens populares deste blogue

EGIPTO Nova explosão no Egito às portas de outra igreja

SÍRIA Coligação internacional bombardeia barco e mata mulher e filhos

FÁTIMA Centenário das Aparições – Papa Francisco presidirá à canonização de Francisco e Jacinta Marto