Ásia Francisco recorda drama dos «rohingya»

Ásia
Francisco recorda drama dos «rohingya»
Refugiados "rohingya’








O Papa pediu orações pelo povo ‘rohingya’, refugiados no Golfo de Bengala e no Mar de Andamão, vítimas de perseguição em Mianmar. “Expulsos de Mianmar, vão de um lugar para o outro, porque não os querem. São pessoas boas, pacíficas. Não são cristãos? São bons, são irmãos e irmãs nossas, que sofrem há anos: foram torturados, mortos, simplesmente por manterem as suas tradições, a sua fé muçulmana”, disse Francisco.

O Alto-Comissariado da ONU para os Direitos Humanos denunciou uma série de abusos perpetrados desde outubro, segundo a qual centenas de membros da comunidade rohingya terão sido mortos numa campanha militar na antiga Birmânia. Segundo a ONU, desde outubro, cerca de 65 mil pessoas terão fugido para o Bangladesh e outras 22 mil deslocaram-se para o interior de Mianmar, país de maioria budista.

Mensagens populares deste blogue

EGIPTO Nova explosão no Egito às portas de outra igreja

SÍRIA Coligação internacional bombardeia barco e mata mulher e filhos

FÁTIMA Centenário das Aparições – Papa Francisco presidirá à canonização de Francisco e Jacinta Marto