PORTUGAL FÁTIMA Primeiro canal católico português começa a transmitir de Fátima

PORTUGAL
FÁTIMA  Primeiro canal católico português começa a transmitir de Fátima
Directora trabalhou no canal televisivo de origem brasileira Canção Nova, mas sonhava fazer algo mais parecido com o "jeito de ser português". Estúdios são em Fátima.
27 de Abril de 2017, 7:00


Se tudo correr como previsto e a Angelus TV começar a sua emissão pelas 10h desta quinta-feira, os telespectadores vão ficar a conhecer o projecto ligando o canal 187 da Meo. O primeiro programa pretende apresentar a equipa e depois, a partir de Fátima, onde estão instalados os estúdios, será transmitida a missa das 11h, directamente do santuário. Mas o canal está longe de ser um mero retransmissor de cerimónias religiosas, garante Sandra Dias. “São 28 programas, desde programas infantis, bricolage, turismo… Da minha experiência pessoal e vivência da fé, acredito que ela pode ser vivida nos mais diversos contextos da nossa vida, não só na vivência da missa ou na oração do terço, que é importante, mas precisa de ser testemunhada em tudo o que realizamos e vivida com alegria. E é isso que quero que a Angelus TV transmita. Programas que não sejam muito pesados, mas de formação e que nos dêem gosto. A fé não é só ouvir catequese e as palavras do Papa. Também é vivida num simples programa de culinária, ginástica ou de saúde”, diz.

O percurso de Sandra Dias em direcção à televisão começou quando ela e o marido aceitaram o desafio da Canção Nova – fundada no Brasil e que tem um canal televisivo que também transmite em Portugal – de irem para Fátima serem missionários da comunidade. Venderam tudo o que tinham no Norte do país e mudaram-se, com as filhas, para um apartamento em Fátima, que pertencia à comunidade religiosa. “Pela minha experiência profissional, fui trabalhar para a área administrativa e de contabilidade, mas meses depois recebi o convite para apresentar um programa da TV Canção Nova”, conta. Com o novo desafio chegou a vontade de estudar comunicação e, mais tarde, depois de oito anos na direcção do canal televisivo, nasceu uma vontade diferente. “Por razões pessoais pedi para sair da direcção e abracei o desafio de ir para a rádio Canção Nova, mas o bichinho da televisão ficou sempre e foi crescendo também um dos meus grandes sonhos, que era ter uma televisão católica mais do nosso jeito de ser português”, diz.

Mensagens populares deste blogue

EGIPTO Nova explosão no Egito às portas de outra igreja

SÍRIA Coligação internacional bombardeia barco e mata mulher e filhos

FÁTIMA Centenário das Aparições – Papa Francisco presidirá à canonização de Francisco e Jacinta Marto