ÍNDIA Reconhecido o martírio de uma religiosa que lutou pelas mulheres e pelo respeito dos direitos

ÍNDIA
Reconhecido o martírio de uma religiosa que lutou pelas mulheres e pelo respeito dos direitos
Sexta, 24 Março 2017
Índia. Irmã mátir

Cidade do Vaticano (Agência Fides) – O Santo Padre Francisco autorizou a Congregação das Causas dos Santos a promulgar o decreto sobre o martírio da Serva de Deus Ir. Regina Maria Vattalil (nome secular: Maria), a freira professa da Congregação das Irmãs Clarissas Franciscanas, assassinada na Índia por ódio à fé em 25 de fevereiro de 1995.
A Ir. Maria, 41 anos, era originária do Kerala, e há dois anos e meio trabalhava em Udaynagar, na diocese de Indore, no Estado indiano de Madhya Pradesh. Foi morta enquanto viajava de ônibus de Udaynagar a Indore. Dois homens a obrigaram a descer do veículo e, diante dos passageiros, foi esfaqueada 50 vezes. A polícia prendeu três pessoas, entre as quais os executores materiais do crime.
Segundo as informações divulgadas na ocasião pela Agência Fides (veja Fides 7/3/1995), a religiosa lutava sobretudo a favor dos camponeses e das mulheres dos vilarejos. Dom George Anathil, então Bispo de Indore, lembrou que Ir. Maria desempenhava atividade de assistência social, ensinando os direitos civis às populações autóctones de Udaynagar, numa região dominada por grandes proprietários terrenos e por usurários. Depois de seu funeral, foram realizadas manifestações públicas das quais participaram milhares de pessoas, entre as quais alguns Bispos e membros de organizações cristãs e não-cristãs. Todas as instituições e as escolas católicas do Estado de Madhya Pradesh ficaram fechadas em sinal de luto. (SL) (Agência Fides 24/3/2017)


Mensagens populares deste blogue

EGIPTO Nova explosão no Egito às portas de outra igreja

FÁTIMA Centenário das Aparições – Papa Francisco presidirá à canonização de Francisco e Jacinta Marto

SÍRIA Coligação internacional bombardeia barco e mata mulher e filhos