MUNDO São estes os 10 melhores países do mundo para se viver

MUNDO
São estes os 10 melhores países do mundo para se viver
Relatório das Nações Unidas. Saiba porquê
Reuters   POR NOTÍCIAS AO MINUTO

OS 10 MELHORES PAISES DO MUNDO PARA  SE VIVER
As informações partem de um relatório das Nações Unidas e neste top 10 encontramos alguns ‘suspeitos do costume’, como os países nórdicos, mas também países anglo-saxónicos.
Fique com o ranking e respetivas razões:
1 – Noruega
Da Noruega Portugal importa bacalhau mas está bom de ver que poderíamos importar algumas lições. Pelo 12º ano consecutivo, a Noruega, como todo o seu frio, é considerado o melhor país do mundo para se viver. O padrão de vida é elevado e faz-se acompanhar por baixa criminalidade, boa esperança média de vida (também nos 82 anos) e uma educação exemplar.
2 – Austrália
A antiga colónia britânica tem hoje muita coisa a que a própria Grã-Bretanha deveria estar atenta. No relatório destaca-se o aumento de investimento na educação, na ordem dos 25%, na última década. E o investimento tem dado frutos: a maior parte dos estudantes passa quase duas décadas a estudar, mantendo quase sempre o percurso académico até à formação superior.
3 – Suíça
O país dos chocolates, da banca e da neutralidade e onde o rendimento é alto consegue combinar tudo isso com custos baixos de educação de qualidade, em particular nas universidades.
4 – Dinamarca
A Dinamarca tem muitas das características dos seus vizinhos nórdicos. Mas destaca-se numa em particular: o índice baixo de diferenças de rendimento entre homens e mulheres, atualmente nos 15%. O Tech Insider realça que, nos Estados Unidos, estas diferenças chegam as 64%.
5 – Holanda
Desde meados dos anos 90 que os índices de desigualdade na Holanda continuam a baixar. E o exemplo holandês parece ser para continuar nos próximos anos
6 – Alemanha
A Alemanha não é só um portento na tecnologia e indústria automóvel em particular. É também um exemplo na saúde. A esperança média d vida é alta (81 anos) e há várias doenças com índices muito baixos entre os germânicos, casos do VIH/Sida e da tuberculose, por exemplo.
7 – Irlanda
Um dos países da chamada ‘crise da dívida’ na Europa é um aís convidativo para empresas de alta tecnologia. Mas neste ranking destaca-se pelos índices particularmente baixos de criminalidade, nomeadamente de homicídios: 1,2 por mil habitantes.
8 – Estados Unidos
A superpotência económica e militar é um país de grandes desigualdades. Ainda assim, a média nos salários é a mais alta do mundo: quase 53 mil dólares por ano, perto de 49 mil euros.
9 – Canadá
Os canadianos e os neozelandeses estão ‘taco a taco’ neste ranking. No caso do Canadá, falamos de um país em que os apoios sociais e a baixa criminalidade se destacam, mas em particular dos índices de Educação, especialmente no ensino superior. Mais de metade dos residentes no país tem formação superior.
10 – Nova Zelândia
Para além da estabilidade e prosperidade, destaca-se a esperança média de vida, uma das mais altas do planeta: 82 anos.

(Notícias ao Minuto 19.12.15))

Mensagens populares deste blogue

FÁTIMA Centenário das Aparições – Papa Francisco presidirá à canonização de Francisco e Jacinta Marto

EGIPTO Nova explosão no Egito às portas de outra igreja

SÍRIA Coligação internacional bombardeia barco e mata mulher e filhos